localdocrime
Monday, October 16, 2017
  TORNEIO POLICIÁRIO' 2017 PONTUAÇÕES DA PROVA Nº. 8 1º. Detetive Jeremias: 15 pontos; 2º. Haka Crime: 14 pontos; 3º. Bernie Leceiro: 13 pontos; 4º. Rigor Mortis: 12 pontos; 5º. Madame Eclética: 11 pontos; 6ºs. Detetive Bossiak, Ma(r)ta Hari e Zé de Mafamude: 10 pontos; 9ºs. Arc. Anjo, Gomes, Pena Cova e Solidário: 9 pontos; 13ºs. Beira Rio, Charadista, Holmes, Inspetor Guimarães, Inspetor Mucaba, 8 pontos; 18º. Santinho da Ladeira, Talismã: 7 pontos. CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL 1º. Detetive Jeremias: 111 pontos – Troféu Audiência GP; 2º. Rigor Mortis: 91 pontos – Taça Sete de Espadas; 3º. Bernie Leceiro: 86 pontos – Taça Dic Roland; 4º. Madame Eclética: 86 pontos – Taça KO; 5º. Detetive Bossiak: 85 pontos – Taça Rip Kirby; 6º. Vimaranes: 84 pontos – Medalha de Participação; 7º. Inspetor Mucaba: 83 pontos – Medalha de Participação; 8º. Ma(r)ta Hari: 82 pontos – Medalha de Participação; 9ºs. Haka Crimes e Zé de Mafamude: 76 pontos – Medalha de Participação; 11º. Menino Lucas: 75 pontos; 12º. Pena Cova: 70 pontos; 13ºs. Arc. Anjo e Solidário: 69 pontos; 15º. Inspetor Guimarães: 67 pontos; 16º. Charadista: 65 pontos; 17ºs. Arnes, Holmes e Santinho da Ladeira: 64 pontos; 20ºs. Beira Rio e Talismã: 63 pontos; 22º. Gomes: 62 pontos; 23º. Alex: 52 pontos; 24º. Onaírda: 8 pontos.  
  O DESAFIO DOS ENIGMAS - edição de 16 de outubro de 2017 DETETIVE JEREMIAS CONQUISTA TROFÉU AUDIÊNCIA GP A culminar uma participação verdadeiramente brilhante, cotando-se como a única concorrente a conseguir bonificações em todas as provas, a Detetive Jeremias obteve a pontuação máxima na derradeira etapa, sagrando-se assim a vencedora incontestável do Torneio Policiário’ 2017, cabendo-lhe a honra de erguer o Troféu AUDIÊNCIA GP. Na segunda posição, a vinte (!) pontos da vencedora, classificou-se o confrade Rigor Mortis, que arrebatou a Taça Sete de Espadas, depois de uma prestação igualmente bem conseguida. Logo a seguir, no terceiro lugar do pódio, classificou-se Bernie Leceiro, que arrecadou a Taça Dic Roland. Já a quarta posição da classificação geral foi alcançada por Madame Eclética (com os mesmo pontos de Bernie Leceiro, mas com menos bonificações), que arrebatou a taça KO, e o quinto lugar foi conquistado por Detetive Bossiak, que obteve a taça Rip Kirby. Nos lugares da tabela classificativa que dão direito a Medalhas de Participação posicionaram-se Vimaranes (que não pontuou no último desafio por falta de comparência), Inspetor Mucaba, Ma(r)ta Hari, Haka Crimes e Zé de Mafamude, respetivamente, a que se segue um bravo pelotão de concorrentes de grande nível. Antes, porém, de publicar a classificação geral final, importa divulgar a “solução de autor” da derradeira prova. TORNEIO POLICIÁRIO’ 2017 Solução da Prova nº. 8 “Um Copo de Leite Noturno”, de Ma(r)ta Hari Coitado do guarda Abílio Necas! Ainda hoje deve andar por aí a pensar na resposta que há de dar ao chefe. Mas se pensar um pouco melhor, focando-se mais na interpretação das palavras proferidas pelo seu superior hierárquico do que no caso propriamente dito, que deve ser com certeza fictício, chegará à conclusão que a solução do enigma com que o chefe Machado Faria decidiu testar a sua alegada vocação para a investigação criminal não é nada difícil. O facto de Machado Faria se ter referido à pessoa que dormia com quem matou, afirmando que “ele que se deitara muito mais cedo [do que ela], como era aliás normal acontecer todos os dias”, revela que a autoria do crime é da responsabilidade de uma mulher. E a única mulher que tinha por costume deitar-se muito mais tarde do que o marido era Dália, que “ganhara o hábito de escrevinhar durante a noite, até meio da madrugada, o que se tornara há muito num vício”. Já quanto à pessoa que encontrou “a vítima deitada numa poça de sangue com uma faca espetada no peito”, se o guarda Abílio Necas atentar nas “obrigações profissionais” que os quatro amigos levaram para aqueles dias de convívio na Serra da Estrela, não deixando de as cumprir “de forma quase religiosa”, verificará que “Carlos passava as primeiras horas de todas as manhãs agarrado ao seu portátil”, de onde se poderá concluir que foi este quem se confrontou com o funesto achado. Admitindo que podia ter sido Berta a primeira pessoa a descer até ao piso inferior da casa, apesar de se saber que ela só tinha obrigações profissionais a cumprir ao fim da manhã, importa recordar que o chefe Machado Faria afirmou que foi “um dos amigos” que descobriu o corpo da vítima. O que quererá dizer que foi um homem a fazê-lo e não uma mulher. Já se sabe, portanto, quem descobriu o corpo da vítima e quem matou. Falta agora saber quem morreu, para responder cabalmente à questão formulada pelo chefe Machado Faria, sem esquecer que se deve ter em consideração “os elementos conhecidos”. E, assim, conhecendo que se trata de um crime passional (um crime praticado por paixão doentia, quando a pessoa perde o controle de suas ações; um crime cometido por pessoa dominadora e sem o domínio de suas emoções, que mata por ciúme, sentimento de traição ou vingança) e que todos os intervenientes são heterossexuais, sabendo-se igualmente que quem matou foi uma mulher, a vítima é um homem. E esse só pode ser António, que fora o primeiro marido de Dália, cujo casamento se dissolvera seis anos antes, após uma discussão por causa de um copo de leite morno noturno… António “levantou-se durante a noite, desceu as escadas até ao piso inferior, onde se situa a sala de estar, e deslocou-se à cozinha” para beber um copo de leite morno. Instantes depois, Dália, que sabia deste seu “hábito que ganhara há mais de seis anos”, interrompeu a escrita de mais um romance policial e, talvez estimulada pela história que estava a desenvolver e pela paixão que ainda nutria por ele, foi ao encontro do ex-marido e terá tentado seduzi-lo. Não tendo sido bem-sucedida nesta sua investida, Dália, ao ser rejeitada, terá tido um acesso de fúria que a fez perder a cabeça e desferir-lhe uma facada no peito que lhe tirou a vida. António, apanhado de surpresa com tanta agressividade da sua ex-mulher, não terá tido tempo para nada. Nem para se defender. E muito menos para beber o copo de leite que arrefecia na cozinha. Entretanto, no piso de cima, todos os restantes convivas dormiam e não ouviram os gritos que antecederam o crime. CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL 1º. Detetive Jeremias (96+15): 111 pontos; 2º. Rigor Mortis (79+12): 91 pontos; 3º. Bernie Leceiro (73+13): 86 pontos; 4º. Madame Eclética (75+11): 86 pontos; 5º. Detetive Bossiak (75+10): 85 pontos; 6º. Vimaranes (84+0): 84 pontos; 7º. Inspetor Mucaba (75+8): 83 pontos; 8º. Ma(r)ta Hari (72+10): 82 pontos; 9ºs. Haka Crimes (62+14) e Zé de Mafamude (66+10): 76 pontos; 11º. Menino Lucas (75+0): 75 pontos; 12º. Pena Cova (61+9): 70 pontos; 13ºs. Arc. Anjo (60+9) e Solidário (60+9): 69 pontos; 15º. Inspetor Guimarães (59+8): 67 pontos; 16º. Charadista (57+8): 65 pontos; 17ºs. Arnes (64+0), Holmes (56+8), Santinho da Ladeira (57+7): 64 pontos; 20ºs. Beira Rio (55+8) e Talismã (56+7): 63 pontos; 22º. Gomes (53+9): 62 pontos; 23º. Alex (52+0): 52 pontos; 24º. Onaírda (8+0): 8 pontos.  
enigmas e contos policiais

ARCHIVES
07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 / 12/01/2017 - 01/01/2018 /


Powered by Blogger